Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Rádio

Publicidade

Economia

Índia disponibiliza 500 milhões de dólares para sector artístico gambiano

| Editoria Economia | 02/08/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Presidente indiano, Ram Nath Kovind, prometeu 500 milhões de dólares americanos à Gâmbia para apoiar a indústria artística e o desenvolvimento das competências.

O Presidente Kovind, que se encontra desde o dia 29 de Julho, em Banjul, em visita oficial, fez este anúncio na quarta-feira, 30, na Presidência, em Banjul, durante uma conferência de imprensa.

 "Nós decidimos dar uma ajuda de 500 milhões de dólares americanos para apoiar um projeto de desenvolvimento de competências e o setor da cultura. Nós estamos de acordo para propormos uma formação nos domínios  judicial, policial, administrativo e técnico, em conformidade com o pedido e as prioridades da parte gambiana”, anunciou o estadista indiano no termo duma reunião à porta fechada com o seu homólogo gambiano, Adama Barrow.

Felicitou a Gâmbia por apoiar a candidatura da Índia a membro não permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Por sua vez, o Presidente Barrow revelou que a duração do alívio da dívida, sem a especificar, é de cinco anos.

Indicou que o fundo alivia a dívida de cinco anos e que ajudará o seu país a implementar alguns projetos.

Também declarou que a Gâmbia paga 60 por cento dos impostos recolhidos mensalmente para garantir o serviço da dívida.

Revelou que, em junho último, o Governo gambiano consagrou mais de 600 milhões de dalasis (mais de 12 milhões de dólares americanos) ao serviço da dívida.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade