Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Rádio

Publicidade

Política

Primeiro presidente da Gâmbia morre aos 95 anos

| Editoria Política | 29/08/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O primeiro presidente da Gâmbia independente, Dawda Jawara, morreu na terça-feira aos 95 anos na sua residência no bairro de Fajara, capital do país, informaram fontes oficiais.

"É com pesar que fiquei sabendo da morte do ex-presidente Dawda Jawara, ", disse o actual chefe de Estado do país,Adama Barrow  no Facebook.

 A morte deDawda Jawara é "uma grande perda para o país, em particular e para a humanidade em geral", lamentou Adama Barrow que enviou as suas condolências a todos os gambianos.

A porta-voz da Presidência, Amie Bojang Sissoho, também lamentou a morte do antigo presidente que considera ser "um líder carismático" que conduziu o seu país à independência.

Dawda Jawara foi primeiro-ministro da Gâmbia entre 1963 e 1970, e durante a sua liderança desta ex-colónia britânica conseguiu de forma gradual a sua independência que acabou por ser proclamada a 18 de Fevereiro de 1965, apesar de Isabel II se ter mantido como chefe de Estado e rainha da Gâmbia nos anos seguintes.

O ministro das Pescas, James Gomez e a Presidência, informaram que a cerimônia fúnebre do antigo chefe de Estado será realizado na quinta-feira (29) a partir das 16:00 (hora local) na Assembleia Nacional.

Nascido em 1924 numa família muçulmana em Barajally (centro), este veterinário entrou na política em 1960 tornando-se o líder do Partido do Povo Progressivo (PPP).

Em 1970 e à frente da República da Gâmbia, Jawara foi eleito presidente prosseguindo um mandato sem sobressaltos até à violenta tentativa de golpe de Estado em Julho de 1981, da qual saiu vitorioso com o apoio dos efectivos militares senegaleses.

Num outro golpe de Estado em Julho de 1994, desta vez sem derramamento de sangue, Jawara foi derrubado pelo militar Yahyah Jammeh que governou a Gâmbia durante 22 anos.

Dawda Jawara exilou-se então no Reino Unido até regressar ao seu país natal em 2002 depois de Jammeh lhe conceder uma amnistia.

 

 

 

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade